Mais de 100 mil motoristas profissionais não realizaram o exame toxicológico até 30 de junho

Por Fetrabens | 22 de julho de 2021

Compartilhe:

Estimativa do SOS Estradas aponta que cerca de 100 mil motoristas profissionais, habilitados nas categorias C, D e E, não cumpriram a obrigação de realizar o exame toxicológico intermediário até o dia 30 de junho.

 

Os 100 mil motoristas fazem parte do primeiro grupo, aqueles que tinham a validade da CNH entre março e junho de 2021. Eles tinham até o dia 30 de junho para realizar o exame, com as multas começando em 1º de julho.

 

Caso o motorista não realize o exame toxicológico periódico corretamente, terá sua CNH suspensa por 90 dias, receberá uma multa de R$ 1.467,35 e 7 pontos na carteira.

 

A Associação Brasileira de Toxicologia (ABTOX) estima que 850.276 mil condutores habilitados nas categorias C, D e E, precisam realizar o exame toxicológico até o dia 31 de julho, para evitar multa. O grupo atual é formado por motoristas que têm a CNH com validade entre julho e dezembro deste ano.

 

Os motoristas que precisam realizar o exame devem comparecer a um posto de coleta laboratorial vinculado a algum laboratório credenciado pelo Denatran.

 

Confira os novos prazos limite para a realização do exame toxicológico em 2021,  clicando em https://bit.ly/3hcGejQ.